quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Estamos a meio caminho

Chegamos a meio do "percurso". Estou óptima, com mais alguns quilinhos, 5 para ser certa. No primeiro trimestre havia aquela ansiedade de que tudo corra bem, agora passado esse tempo, resta aproveitar este tempo maravilhoso que sentir uma vida dentro de nós. Já senti os primeiros pontapés, deixei de ter enjoos, a adoro olhar ao espelho e ver a minha barriguita crescer.

Em breve ficará aqui uma foto de 20 semanas.

Já está marcada a próxima eco, será dia 19 de janeiro, aí sim vamos irar as dúvidas, será ele ou ela.

20ª semana


O bebé está a aprender a engolir.

Já chegou a meio da gravidez - parabéns! O bebé pesa agora cerca de 300 gramas. Tem cerca de 16,50 centímetros de comprimento, da cabeça até ao rabinho, e cerca de 25,5 centímetros da cabeça ao calcanhar. (Nas primeiras 20 semanas, utilizamos a medida do topo da cabeça do bebé até ao rabinho. A partir daqui, utilizamos as medições da cabeça até aos pés. Isto deve-se ao facto de o bebé enrolar as pernas contra o peito durante a primeira metade da gravidez, dificultando a medição.)

Todo o corpo do bebé está coberto por uma substância branca gordurosa chamada vernix caseosa, que protege a pele durante a sua longa imersão em líquido amniótico. Quando chegar a altura, este macio revestimento também facilitará a passagem pelo canal de parto.

O bebé já engole mais, o que constitui um bom treino para o sistema digestivo. Começou também a produzir mecónio, uma substância preta e pegajosa composta por células mortas, secreções digestivas e líquido amniótico ingerido. Este mecónio vai-se acumulando nos intestinos e fará a sua aparição na primeira fralda suja do bebé (embora alguns bebés o eliminem no útero ou durante o trabalho de parto).

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

19ª semana

Ora assim se desenvolve o meu bébé nesta semana: as papilas gustativas formam-se, para que o leite após o nascimento saiba bem.
Segurar com firmeza: a pequena criança já consegue agarrar com firmeza usando as duas mãos.
A circulação sanguinea funciona perfeitamente: diariamente, correm muitos litros de sangue pelo pequeno corpo, alimentando o feto.
O bebé pesa cerca de 250 gramas e mede 15 centímetros da cabeça ao rabinho – mais ou menos o comprimento de uma pequena courgette. Os braços e as pernas são agora proporcionais entre si e relativamente ao resto do corpo. Os rins continuam a produzir urina e o cabelo na cabeça começa a despontar. Se for uma rapariga, os ovários têm já a quantidade estonteante de seis milhões de óvulos.

Esta é uma altura crucial para o desenvolvimento dos sentidos: o cérebro do bebé está a definir áreas especializadas para o cheiro, o paladar, a audição, a visão e o tacto. Poderá pensar que o útero é um local sossegado, mas não podia estar mais enganada: o bebé já poderá conseguir ouvir tudo o que se passa.

E o que ouve ele? Os principais sons que o rodeiam são os do sangue a correr pelos vasos sanguíneos, ruídos digestivos do estômago e a sua voz. Algumas mulheres gostam de conversar com os bebés mas, mesmo que não o faça, o bebé consegue ouvi-la quando fala com outras pessoas. Pesquisas demonstram que o bebé está a aprender a distinguir a sua voz das outras e que, em breve, esta será a sua preferida. Estudos demonstraram que, quando uma grávida fala, a frequência cardíaca do bebé diminui, o que indica que está mais descontraído. Envolva também o pai neste processo – incentive-o a falar com o bebé.


E comigo acontece: a forte circulação faz aumentar a mucosa do nariz, por isso muitas grávidas sentem-se constipadas. Como meio de tratamento são bons os banhos de vapor.

Ginástica na gravidez

Para estar nas devidas condições para o parto, pode-se frequentar cursos especiais direccionados para o fortalecimento e alongamento de determinados músculos. O que antes se chamava ginástica na gravidez é, hoje, parte de cada um dos cursos de preparação parao parto. Para ajudar activamente no parto e suportar melhor a dor, a maior parte destes cursos integra no seu programa, a par do treino corporal, exercícios de respiração e de relaxamento. A maior parte dos cursos realiza-se comtinuamente, uma vez por semana. Informações com o seu médico, centros de saúde, centros de planeamento familiar, entre outros. A grande vantagem: o que aprende no curso também pode pôr em prática em casa.

Respirar e relaxar

Os exercícios de respiração são parte importante destes cursos. Quando há tensões corporais, respirar regularmente e fluentemente facilita bastantea relação com a dor. Os exercícios de relaxamento também fazem parte do programa - dão energia, proporcionam um relaxamento corporal e espiritual e ajudam no parto, ao treinarem a capacidade de acumular novas energias entre as dores sentidas.

Os primeiros pontapés!

Ontem à noite ,quando estava deitada, senti pela primeira vez três pontapés na zona do umbigo. A principio fiquei apreensiva mas depois ao segundo e terceiro vi logo o que era. O meu bébé a fazer das suas, apesar de eu ter já lido que eles passam a miaor parte do tempo a dormir.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Hoje foi dia de análises sanguineas

Hoje passei cá uma fomeca, pois tinha que estar em jejum. Mas tive a sorte, pois não tive que esperar muito pela minha vez, fui logo a primeira. Nada de especial, agora é aguardar pela próxima semana, pois vou ter a consulta com a minha médica, para fazer a "actualização" do mês, ver os resultados dos exames, etc. Vamos esperar calmamente.

18ª semana

Vamos, então, ao resumo da semana:
Assim poderás começar a sentir alterações no teu cabelo e pele, tudo isto é derivado às alterações hormonais por que estás a passar.(É engraçado que quando eu fiquei grávida, mas ainda não sabia, comecei a notar que começou a cair mais cabelo do que o habitual. Só passadas algumas semanas realmente apercebi-me da causa de tal queda, estava grávida)

Com o peso e a "barriguinha" deves preocupar-te em saber movimentar-te. Procura estar sempre direita quando te sentas, tem cuidado quando vais apanhar objectos do chão e não carregues objectos muito pesados. Lembra-te que tens de tomar conta de um bebé que precisa de ti para ser feliz. (Também assino por baixo ou seja, já tinha notado qualquer coisa quando me baixo, tenho de ter mais atenção e cuidado).
O teu bebé continua a crescer e a mexer-se muito.(Que bom, estou desejosa de ver novamente o meu bébé, na próxima ecografia, que será daqui a 2 semanas, estou a contar.)
Da cabeça ao rabinho, o bebé tem cerca de 14 centímetros de comprimento (mais ou menos o comprimento de uma batata doce grande) e pesa quase 200 gramas. Passa o tempo a flectir os braços e as pernas – movimentos que irá provavelmente começar a notar cada vez mais dentro de si.


Os vasos sanguíneos são visíveis através da pele, muito fina, e as orelhas já estão na sua posição final e destacam-se da cabeça. A mielina (uma camada de protecção) começa a formar-se em redor dos nervos, um processo que continuará durante um ano após o nascimento.
Se for uma rapariga, o útero e as trompas de Falópio estão já formados e posicionados. Se for um rapaz, os genitais são perceptíveis, embora possam estar escondidos durante as ecografias.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Nestas últimas semanas ...

Já noto uma pequena diferença na minha roupa habitual. Prefiro andar com vestidos ou roupa larga. A minha preferência vai para as túnicas e saias. Em breve irei pôr uma foto da minha barriguita. Acho tão giro olhar ao espelho e ver que a minha barriga está a crescer, com um ser que é muito desejado! Estou a viver a minha gravidez com muita intensidade e muita alegria. Quero aproveitar cada momento, pois é uma coisa única na vida de cada mulher, e na minha vida. E eu estou a vivê-la cada dia. Os enjoos já passaram mas as azias continuam, depende dos alimentos, mas às vezes lá aparecem. Esta semana vai ser a 18ª, tenho que fazer as análises sanguineas deste trimestre. Que jejum vamos passar, n'é?

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

O sol faz bem

Quando o sol brilha, o noso humor aumenta quase automaticamente, enquanto o corpo prouz vitamina D que promove a capacidade de absorção de cálcio e desta forma influencia positivamente a dureza e estabilidade dos ossos.
Nalgumas mulheres a pele escurece agora mais rapidamente, já que produz mais pigmentos. Pelo mesmo motivo os sinais e sardas podem intensificar-se. Se estiver ao sol arrisca-se a escurecê-los ainda mais.
No caso das manchas da gravidez, o chamado "pano", a pele escurece. sobretudo na zona em volta da boca e do nriz., bem como na testa. Neste caso evite sol directo. Depois do parto as manchas desaperecem lentamente por si.

17ª semana

Então esta semana é assim: a cabeça do bébé cresce lentamente, a par do resto do corpo. Os ombros, coluna vertebral e toráx ganham uma ligação óssea. Ao mesmo tempo toda a estrutura óssea torna-se mais forte.
O bebé pesa agora cerca de 140 gramas e mede cerca de 13 centímetros – mais ou menos o tamanho de uma cebola grande. O cordão umbilical, a sua ligação vital à placenta, começa a ficar mais forte e mais grosso.

O bebé consegue mexer as articulações e o esqueleto – que, até agora, era apenas uma cartilagem tipo borracha – começa a enrijecer e a formar osso. Algumas partes do esqueleto manter-se-ão cartilagens durante anos após o nascimento.
O esqueleto do recém-nascido é composto por 300 elementos (uma combinação de ossos e cartilagens). À medida que a criança cresce, alguns destes elementos endurecem e fundem-se. Quando alcançar a idade adulta, terá apenas 206 ossos.
Connosco acontece uma maior pigmentação da pele pode escurecer os sinais, as sardas e as reólas dos mamilos. O útero chega até à margem da pélvis.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

16ª semana

Assim se desenvolve o bébé: o feto começa a aperceber-se dos sons.Ele tem já 11,6 cm, sobrancelhas e pestanas. Poderá ser nesta semana que consigas sentir o teu bebé, mas não te preocupes se ainda não consegues identificar os seus pontapés. Ele tem agora cabelo e pêlos por todo o corpo. O teu bebé já suga e engole e pode até ter soluços. Boceja, espreguiça-se e franze a testa.
o bebé tem mais ou menos o tamanho de uma pêra abacate. Nas próximas três semanas, o bebé vai viver um crescimento enorme, duplicando o peso e acrescentando vários centímetros ao comprimento.Os membros inferiores estão agora muito mais desenvolvidos. A cabeça está mais direita do que antes e os olhos deslocaram-se para a frente da cabeça. As orelhas também já estão praticamente na sua posição final. Alguns dos sistemas mais avançados do organismo já estão a funcionar, incluindo o sistema circulatório e o tracto urinário. Deu-se início à formação do padrão do couro cabeludo, embora ainda não seja possível ver cabelo.
Aumento da quantidade do liquido amniótico e o tamanho do útero corresponde mais ou menos ao tamanho de uma toranja.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Estamos quase no natal!!!


natal - Recados Para Orkut
<

Comecei nas compras...

Não resisti! Aproveitei para comprar as primeiras roupinhas para meu bébé! Coisinha fofas e lindas e tão pequeninas, como ainda não há certeza se é menina ou menino, escolhi peças neutras! Que fofas!


Hidroginástica: mova-se sem dificuldades

A ginástica na água estimula-lhe, não só o corpo arredondado, como também a alma. Não admira que esta forma leve de preparação para o parto seja uma escolha forte, sobretudo porque os exercícios de embelezamento se bem adequam bem a cada mulher, desde que não haja restrições médicas (por exemplo hemorragia ou precedentes de aborto). De preferência comece já a exercitar-se na água, uma vez que, no ínicio da gravidez , se consegue evitar as queixas típicas, como as varizes, as estrias ou as dores nas costas. Se não exagerar, conseguirá seguir o plano de exercícios sem problemas até à data do parto. É provável que se sinta tão bem na água que tome a decisão de fazer aí o parto. Mas até lá ainda tem muito tempo.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Nomes para o meu bébé!!!

No meu estado actual é sempre bom saber que tudo esteja bem, quer comigo quer com o meu bébé! Mas surge sempre a questão se for menino ou menina como se chamará! Se for menino está decidido que será Tomás. A questão é se for menina. Ando algo indecisa, já andei a pesquisar em listas do Registo Civil e encontrei alguns que me interessaram. Então a partir de agora vou pôr em sondagem os meus preferidos!O meu preferido é Mara, já para o meu marido é Luísa! Espero que ajudem.

A Notícia é geral...

Há uma semanas decidimos finalmente contar a toda a familia e amigos. Ficaram todos contentes, pois era uma novidade há muita esperada por todos. Agora está declaradamente oficial ESTOU GRÁVIDA!!!!

15ª semana


Eis o que é desta semana: por esta altura algumas mulheres já aparentam ter uma "barriguinha" e poderás sentir receio em ter relações sexuais, não te preocupes, fala com o teu médico e o teu companheiro sobre as tuas preocupações, tudo o que sentes é normal.
Surge a placenta. O chamado córion, qua até agora era responsável pela nutrição do feto, muda-se lentamente com a mucosa do útero para a placenta. Esta fornecerá ao bébé, de agora em diante, oxigénio, alimento e defesas. A placenta cresce com o bébé e com o útero em constante desenvolvimento. Nos finais da gravidez, ela pesa cerca de 600 g, tem diâmetro de até 25 cm e mais ou menos dez centímetros de espessura.
As nossas ancas tornam-se mais arredondadas.

O teu bebé cresce contente da vida, os cabelinhos vão tapando a sua cabeça e ele é já capaz de sentir o gosto da comida que comes. Não te esqueças de ter cuidado com a tua alimentação e a fortaleceres com cálcio.
O feto estica-se: o pequeno ser desiste da sua posição curva çpara se esticar cada vez mais. Para isso ele treina a musculatura da nuca e das costas e prepara-se para a posição vertical.
Marcas individuais: na polpa dos dedos das mãos vêem-se estrias individuais.

Que constipação...

recados orkut


Nestes dias apanhei uma enorme constipação! Este tempo não ajuda nada, só frio e imenso vento. Não posso tomar qualquer medicamentamento, que possa melhorar o meu estado. Assim tenho que recorre a chás de limão e comer imensa fruta que contenha vitaminha C, como laranja, kiwis, ananás, etc.
Essa foi uma das razões para não vir actualizar o blog.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Música contra o stress

A música não só lança a sua magia sobrea a futura mãe como também sobre o bébé que vai nascer. Quando se entrega co prazer à música e está descontraída e feliz, esse sentimento passa para o seu bébé. Aproveite regularmente os momentos musicais que não a perturbem e deixe-os entrar profundamente no seu corpo: os músculos relaxam, libertam-se as tensões e soltam-se os pensamentos.

Massagem musical

Estenda-se confortavelmente no sofá para ouvir música e apoie as costas em almofadas. Coloque também duas almofadas debaixo dos joelhos para aliviar a coluna vertebral. Escolha uma música calma que não a excite. Feche os olhos e mergulhe no mundo dos sons como se estivesse debaixo de água. A meta deste mergulhe é o interior do seu corpo: viaje com os seus pensamentos até aos dedos dos pés. Concentre-se em cada articulação. Suba para a barriga das pernas e massaje-as suavemente, depois passe para as coxas. Sussurre calmamente as melodias ou marque o compasso com a cabeça. Dispense a sua atenção à barriga e imagine-se a acariciar o seu filho. Estique bem as costas, gire à volta dos seios, desça pelos braços até à ponta dos dedos e massaje a nuca e o pescoço. Por fim, dedique-se ao seu rosto, que acaricia suavemente em pensamentos, e ao couro cabelado, que desfruta de uma massagem vigorosa. Abra agora os olhos e levante-se lentamente. Coloque a música um pouco mais alta e dirija a "orquestra" com o dedo indicador. O seu corpo segue o tom com movimentos soltos. Para terminar o programa de mimos, bata as palmas e regresse à "tona da água", como se tivesse estado num mergulho a grande profundidade.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Pele suave

Durante a gravidez, muitas mulheres têm vontade de cuidar de si próprias e de se mimarem. Os óleos de plantas são naturalmente bons.
» O óleo de damasco é pouco gorduroso, tem ligeiro aroma de massapão e penetra rapidamente. Mima a pele se´nsível e trata das partes gretadas. É ideal para o rosto e para o corpo.

» O óleo de amêndoas é muito bom para as massagens. Cuida da pele áspera e das irritações.

» O óleo de sésamo tem um ligeiro aroma a nozes. Activa a circulação sanguinea e aumenta a sensação de bem-estar. Além disso, protege a pele dos efeitos prejudiciais do ambiente e actua contra o envelhicimento das células.


Massagem de cuidado da barriga

O óleo de gérmen de trigo contém muita vitamina E, por isso torna a pele suave e elástica. Combinado com uma massagem diária, pode evitar as estrias da gravidez de forma eficaz. Para a massagem, coloca-se uma colher de chá de óleo na palma da mão e espalha-se sobre toda a barriga. Massaja-se a pele cuidadosamente com a ponta dos dedos, puxando para cima com o polegar e o indicador e largando como se quisesse beliscar.
Nas últimas semanas de gravidez, deve-se substituir esta massagem por uma massagemdo peito, uma vez que a pele da barriga está muito esticada.

14ª semana


Assim se desenvolve o bébé: o cérebro cresce sem parar e ganha cada vez mais massa. O líquido amniótico tem sabor? De qualquer modo, o feto tem poucos termos de comparação. Ele engole o líquido ligeiramente doce e volta a eliminá-lo através dos rins. Desta forma, não só consome o líquido amniótico como participa na sua produção.

Assim o líquido amniótico da bolsa das águas mantém o feto bem protegido das influências exteriores. O bébé ainda é pequeno e os 100 ml de líquido amniótico são suficientes para os primeiros exercícios de engolir e para um treino corporal que vai ajudar a formar os músculos. Até à 38ª semana de gravidez, a quantidade de líquido vai aumentando de forma permanente e chega, por fim, a 1,5 l. Um pouco antes do parto serão apenas 800 ml, por questões de espaço.

Entretanto, o nosso corpo já se habituou às alterçãoes hormonais e o cansaço e os vómitos passaram. Sentimo-nos bem e estamos alegres.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

a minha barriguita de 13 semanas

Ei-la, ainda quase não se nota nada, ainda está muito pequinita.


quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Estimulantes e Cª - a medida certa na gravidez.

Quando se fala em estimulantes ou produtos de cuidado corporal, surgem muitas questões sobre a sua inocuidade em relação à gravidez. Nem tudo o que agora "adoçou" o seu dia-a-dia é proibido. Por este motivo´, é importante conhecer os ingredientes e os valores indicativos.

Bebidas com cafeína

Quer seja café, cola, chá preto ou verde, todas estas bebidas contém cafeína. O se poder excitante pode actuar na regulação da tensão baixa, mas tambémpassa para a criança, por isso não é só a mãe que sente palitações. Porém, não há mal em ingerir poucas quantidades de cafeína. Duas ou três chávenas de café ou de uma bebida semelhante, repartidas durante o dia, não representam qualquer perigo.

Açucar e doces

Bolos, bolachas, doces, gelados ou limonadas contém muito açúcar e têm baixo valor nutricional. Tã rapidamente quanto os açucares entram no sangue, os seus niveis voltam a baixar. Desta forma, sente fome mais rapidamente. Se voltar a acalmar esta fome com alimentos açucarados põe em curso um aumento involuntário de peso. Tente ingerir doces apenas de vez em quando e em pequenas quantidades.


Vontade de comer doces


Quando é atacada pela vontade de comer doces, em vez de se agaraar às gomas e companhia, prefira fruta fresca, um iogurte com mel ou muesli com passas. O chocolate gera felicidade, mas contém teobromina. Esta substância, qua também se encontra no cacau em pó, tem efeiro idêntico ao do cafeína e produz excitação no metabolismo do seu bébé. O efeito émenor do que o café. No entanto aconselha-se um consumo moderado.

Sal

Durante muito tempo pensou-se que o consumo reduzido de sal na gravidez poderia evtar a tensão alta. Hoje em dia, sabe-se mais sobre isso: as pesquisas comprovam que uma alimentação pobre em sal durante a gravidez pode originar problemas. Mas o consumo elevado de sal também não traz vantagens. Tempere simplesmente a comida como fazia anteriormente.

Álcool

Ainda não existe um valor limite seguro quanto à quantidade diária de álcool recomendada para não prejudicar o bébé. Por este motivo, aconselha-se que deixe de beber. Na amamentação, as regras já não são restritas: pequenas quantidades de álcool por dia ( mais ou menos um copo de vinho ou chamapnhe) são inofensivos. No entanto, consuma álcool apenas a seguir a ter amamentado, para o corpo ter o tempo suficiente para o processar; caso contrário, entra no leite materno, pelo que o seu bébé também bebe.

Fumar

A nicotina prejudica não só a sua saúde como a do bébé. Fumar pode, em determinadas circunstancias, conduzir a problemas nos vasos da placenta, com prejuízo no fornecimento de sangue ao bébé. Às grandes fumadoras pode custar bastante ficar repentinamente sem nicotina. Já que a sua boa disposição é responsável por uma gravidez sem complicações, as fumadoras devem aconselhar-se junto do médico e saber qual a melhor estratégia para deixar de fumar

O Segundo trimestre - 13ª semana


Agora estamos no 2º Trimestre de gravidez!
Deve-se ter atenção à alimentação. Engordar demasiado pode ser prejudicial. Transpirar muito é uma consequência do maior dispêndio de energia.
Começa o desenvolvimento das cordas vocais na laringe, os orgãos ganham maturidade: o pâncreas, os intestinos (irão para a cavidade abdominal), o fígado, o estomâgo e os pulmões desenvolvem-se até ao ponto de maturação de forma a poderem assumir as suas próprias funções. O tacto já se desenvolveu - o feto brinca com o cordão umbilical.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Hoje foi dia da ecografia das 11/12 semanas

Fui hoje fazer esta ecografia. Fiz com o mesmo médico da outra vez, e também levei um dvd para gravar a eco. Foi muito giro. Ver e ouvir o meu bébé. Lindo. É sempre emocionante ver, pois é a única forma que temos para o ver. Desta vez o meu marido foi comigo. Para a ecografia ficar completa o bébé tinha que estar numa certa posição, coisa que não aconteceu. Tive que sair da sala para ir comer qualquer coisa doce, para ele se voltar. Comi um chocolate e um bolo, e assim foi possível tirar as medidas necessárias ao meu bébé. Está tudo normal. Perguntei ao médico se era possível ver se era menino ou menina, mas segundo ele ainda é um pouco cedo para saber mas pelas medições pareceu-lhe ser uma menina. Só na próxima eco é que vou saber.
No final estava hiper de contentamento (aliás estavamos), a minha alegria não cabia em mim.

Eis os dados da eco:
Diâmetro biparietal: 20 mm
Perimetro cefálico : 79 mm
Perímetro abdominal : 62 mm
Comprimento fémur : 9 mm
Liquido amniótico : Normal
Exame morfológico : Normal nesta fase de gravidez.

Comentários : Gravidez evolutiva de feto único com biometria compatível com gestação de 12 semanas e 6 dias no percentil 50.
Dinâmica fetal normal.
FCF = 147 bpm
CC = 66 mm
Osso próprio do nariz visualizado.
Ductus venoso com padrão vascular normal.

Eis o meu bébé:





terça-feira, 4 de novembro de 2008

A 12 ª semana

Os batimentos do bébé são mais constantes, de agora em diante, o pequeno coração bate 120 a 160 vezes por minuto.
O rosto do feto torna-se mais humanos, uma vez que os olhos já se centram e as orelhas, que outrora estavam mais abaixo, subiram.
A tiróide começa a produzir hormonas. Os dentes instalam-se; no maxilar do feto, nascem os primeiros rebentos. O comprimento é de 5 cm.

Assim nós terem algumas alterações hormonais, e fazem com que perca a paciência e se irrte com coisas minimas. Deve-se fazer mais pausas para respirar profundamente.

O meu bebé já "fala" porque já tem as cordas vocais desenvolvidas, é possível ouvir um choro muito baixinho. O seu cérebro está completamente formado e o meu bebé já sente a dor. O bebé pode chuchar o dedo, os seus olhos têm pálpebras, mede já cerca de 5,4 cm e pesa 14 gr. Ele estica e flecte as pernas, mexe os seus dedinhos e mãos e levanta e baixa a sua cabecinha...vai ginasticando

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Uma lista para 9 meses


De compras, sobretudo. Mas também de outras coisas (como esta). Listas de mudanças a fazer lá por casa, listas de boas intenções, listas de nomes, listas de berçários a visitar ou de amas a entrevistar, listas e mais listas que transformam os nove meses numa contagem decrescente de tópicos anulados. Ufa!

Fins-de-semana para namorar:
Agora que ainda não tem de reservar uma cama extra nem de acordar várias vezes a meio da noite com um choro esfomeado, aproveite para namorar. Se possível fora de casa, pois em casa vai passar os meses que se seguem à gravidez.

Deixar de fumar:
Ou melhor, não recomeçar. Na verdade, o ideal é deixar de fumar ainda antes de ficar grávida. Se o fizer, não só aumenta as hipóteses de engravidar como diminui as probabilidades de surgirem vários problemas sérios que comprometem a saúde do bebé.

Escrever um diário:
Pode parecer improvável que alguma vez vá esquecer a data em que sentiu os primeiros movimentos do bebé, o que viu e o que sentiu em cada uma das ecografias e todas as peripécias da gravidez. Mas é impossível memorizar tudo. Escrever um diário - que pode ser em forma de blog - é a melhor maneira de poder voltar a lembrar. E não deixe de anotar os sonhos: quase todas as grávidas os têm memoráveis.

Preparação para o parto:
Ler muito, inscrever-se numa lista de discussão, conhecer uma doula, inscrever-se em aulas de preparação para o parto ou num workshop intensivo. Por lei, estes cursos estão equiparados às consultas e exames médicos para acompanhamento da gravidez. Se não tem muita disponibilidade fora do trabalho, tem todo o direito de roubar algum tempo semanal ao horário laboral para aprender tudo sobre o parto, mas também sobre a gravidez, o pós-parto e os cuidados ao bebé. Exercitar o períneo é uma das surpresas que a esperam.

Desfazer-se da tralha
Deitar fora o que não interessa e valorizar o essencial. Uma das lições que a maternidade nos traz começa a ser posta em prática logo durante a gravidez. Desfaça-se da tralha acumulada há anos. Uma limpeza de alto a baixo dentro de portas e, se possível, ainda mais interior vai deixá-la verdadeiramente preparada para a nova vida que se aproxima.

Pintar paredes
Quando se arrastam móveis, se deita fora a tralha e se encomenda um berço, o que apetece mesmo e pintar as paredes. Resista à tentação de subir ao escadote. Se não há um «jeitoso» lá por casa, mais vale recorrer a um profissional. Mesmo que a barriga ainda não esteja demasiado proeminente. Os cheiros das tintas são muito pouco recomendáveis para grávidas. Procure as novas tintas criadas para quartos de bebé, que não são tóxicas e reduzem riscos de alergias.

Forrar gavetas
É uma tarefa mais leve do que pintar paredes, é certo, mas, ainda assim, não a deixe para o último mês. As gavetas para guardar a roupa do bebé, lavada e cheirosa, devem estar prontas muito antes. Forrá-las é o primeiro passo. O plástico autocolante exige mais perícia do que o papel, mas é mais higiénico.

Aspirar o carro
Antes do parto, não deixe de providenciar uma lavagem profunda ao seu carro. No interior acumula-se lixo, poeiras, ácaros e muitos outros inimigos públicos da saúde privada. O seu bebé merece ser transportado num carro a cheirar a lavado.

Fazer a mala
Há quem seja surpreendida pelos primeiros sinais de parto sem ter a mala feita. É mais um episódio pitoresco para contar depois, se isso serve de consolação. Mas pense no stress de ter de procurar bodys e cueiros no intervalo das contracções, no desgosto de ver o bebé vestido com cores pouco condizentes no primeiro dia de vida.
Para evitar estas e outras situações eventualmente mais desagradáveis e embaraçosas, faça a mala! Idealmente, aos sete meses. Mas nunca depois dos oito.
Fazer listas:

Cortar o cabelo
Não convém um corte muito radical: já há demasiadas coisas a mudar no seu corpo para ter de habituar-se ainda a um look novo. Mas é bom dar um corte no cabelo, pois nos meses após o parto vai ter pouco tempo para pensar em si e muitos factores a dar-lhe cabo do ego. Um cabelo descuidado é um dos mais fáceis de prevenir.

Tratar os pés
Ofereça a si própria um serviço de pedicure. Se nunca experimentou, tem nesta altura mais um motivo para o fazer. Este é um pequeno luxo que vai fazê-la sentir-se muito bem.

Olhar para o umbigo
Ele vai estar cada vez mais saído. Goze a barriga, fotografe-a e não se esqueça de aplicar todos os cremes que não só proporcionam bem-estar como ajudam a pele nesta exigência de esticar até ao limite. Faça exercício moderado, uma dieta equilibrada e sinta-se bem nessa pele. Lembre-se: quanto melhor se sentir, melhor se sentirá o bebé.

Comprar roupa interior
Sim, vai ser difícil continuar a usar a sua lingerie habitual. Não só por causa da forma, mas principalmente do tamanho. Deixar de conseguir usar o soutien do costume é um dos primeiros sinais exteriores da sua nova riqueza interior. Não desespere. Há hoje muitas opções de roupa interior para grávida que não a farão sentir-se envergonhada. Pelo contrário, podem mesmo ajudá-la a manter-se sexy durante estes nove meses. Já perto do final do tempo, não se esqueça de comprar dois soutiens de amamentação, pelo menos um número acima daquele que estiver a usar na altura.

Leituras
Se está grávida pela primeira vez, talvez ainda tenha a ilusão de que vai aproveitar a licença de parto para ler todos aqueles livros que estão em lista de espera na prateleira. Deixá-la viver nesse sonho seria fácil, mas pouco honesto. No período pós-parto só há espaço e tempo para dar de mamar, estimular arrotos, mudar fraldas, acalmar cólicas, apaziguar choros, chorar também e pouco mais. O melhor é aproveitar a gravidez para fazer as tais leituras.

Tricot
Pode parecer coisa de outros tempos, mas continua a saber muito bem. É uma actividade terapêutica: descontrai e liberta a cabeça de qualquer stress. Se não tem jeito para os pormenores, opte por uma mantinha.

Fazer contas
Pois é. Esta é a parte menos romântica do assunto, mas é preciso preparar-se para todas as despesas que aí vêm. Informe-se e prepare-se.

Fotografia
Se nunca se dedicou muito a esse assunto, é altura de passar algum tempo a conhecer a sua máquina fotográfica. Se há sorrisos que se repetem, também há momentos que não voltam. Mais vale acertar à primeira, saber evitar olhos vermelhos e rentabilizar as potencialidades do aparelho. Para não entrar em stress porque o flash não disparou quando o seu filho deu os primeiros passos.

Trajecto para o hospital
Confira o melhor trajecto para chegar de sua casa até à maternidade ou hospital onde irá ter o bebé (se possível antes de entrar em trabalho de parto!), e a quem irá ligar. O melhor trajecto pode ser diferente durante o dia, em hora de ponta, ou a meio da noite. Se tudo estiver programado, evita ter de dar indicações a meio de uma contracção ou prolongar a viagem de carro mais tempo do que seria necessário.

Ter esperança na humanidade
É difícil, mas há alguns truques que ajudam: deixar de ver noticiários na televisão é o primeiro passo. Sentir-se mais perto da natureza, aprender técnicas de relaxamento em que evocará boas recordações e sensações de bem-estar e ouvir música são outros prazeres obrigatórios.

Fonte:IOL Mãe

Exercício da mãe faz bem ao coração do bebé

O exercício físico durante a gravidez não tem benefícios apenas para a mãe. Um novo estudo apresentado no encontro anual Biologia Experimental, em San Diego, mostrou que o exercício da mãe tem repercussões benéficas a nível cardíaco para o feto.
Um grupo de grávidas que pratica exercício físico regularmente foi analisado comparativamente com outro, constituído por mulheres sedentárias. Foram medidos movimentos fetais da boca e do corpo, a respiração desde as 24 semanas de gestação até ao final da gravidez.

O ritmo cardíaco dos bebés cujas mãe se exercitavam era mais baixo do que o dos bebés do outro grupo.
Os investigadores da Universidade de Medicina e Biociências de Kansas City consideram serem necessários mais estudos para perceber os efeitos do exercício da mãe no bebé, mas aconselham a prática de exercícios adequados a todas as grávidas.
Hidroginástica, yoga, pilates, caminhar, nadar são óptimos exercícios para quem está grávida. As actividades que envolvem grande impacto, como ginástica aeróbica ou jogging, não são aconselháveis.

Fonte:IOL Mãe

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Já...

Tenho o livro da grávida, que o meu médico de familia me deu. Tive que ir ao Centro de Sáude, tive uma abordagem inicial com uma enfermeira que falou comigo sobre a gravidez. A maior parte já eu sabia, deu-me informação escrita e fez-me um inquérito sobre o histórico familiar. Também já estou inscrita como isenta de pagar taxa moderadora no serviço público. Não preciso de lá ir mais, pois vou continuar a ser seguidapela minha médica.

11ª semana

O teu bebé está a iniciar um período de rápido crescimento, de facto, ele irá duplicar o seu tamanho nas próximas semanas. Os aparelhos genitais do bebé estão a desenvolver-se e brevemente poderás ver se tens um menino ou uma menina.

O bebé mantém-se ocupado a dar pontapés e a esticar as pernas.

Ele, agora do tamanho de um figo, está completamente formado – tem cerca de 4 cm de comprimento e pesa pouco mais de 7 gramas. A pele, pêlos e unhas : enqunato a pele do feto, antes transparente, começa lentamente a ficar mais grossa e a ganhar camadas, nascem na sua superficie foliculos pilosos. Nas mãos e pés vão crescendo as primeiras unhas. Alguns ossos começam a endurecer. O toráx fecha-se. Desta forma, fornece ao coração do feto a protecção necessária
Os dedos das mãos e dos pés já se separaram e, em breve, poderá começar a abrir e fechar os punhos. Já se ocupa a dar pontapés e a esticar as pernas e os seus minúsculos movimentos são tão fluidos que parece estar a dançar ballet aquático.

Estes movimentos vão aumentando à medida que o corpo cresce e se torna mais desenvolvido e funcional. Quando o diafragma do bebé se desenvolver, é possível que também comece a ter soluços. Como ainda é tão pequeno, só daqui a cerca de um mês começará a sentir todos estes exercícios aquáticos ou agitações intra-uterinas.

À medida que os enjoos matinais desaparecem, poderá sentir o seu apetite a aumentar. Podem surgir tonturas se o nosso corpo estiver sobrecarregado devido ao aumento do volume de sangue e se a tensão arterial baixar.O corpo do seu bebé começa a endireitar-se.


Diagnóstico pré-natal: da ecografia à análise do líquido amniótico

Existem muitos métodos de análise qua apresentam e ajudam a identificar malformações no feto. Na maioria das vezes, os pais podem ficar satisfeitos, o que fomenta uma gravidez sem preocupações.

Exames ecográficos

O médico irá solicitar a realização de três ecografias, uma por cada trimestre, para controlar o desenvolvimento do bébé:
- entre a 9ª e a 12ª semana;
- entre a 19ª e a 22ª semana;
- entre a 29ª e a 32ª semana.

Por volta da 13ª semana, pode-se fazer-se uma "translucência nucal" (medição da área com liquido na nuca do bébé) e uma visualização do vómer (examen ecográfico do vómer do feto), dispensando-se, eventualmente, uma punção para despiste da Sindroma de Down. e de outras doenças.

Amniocentese

A punção do líquido amniótico dá-se, em regra, a partir da 16ª semana. As células do feto obtidas no líquido desenvolvem-se em laboratório. Passados cerca de dez dias, elas revelam a sequência cromossómica, sendo que o resultado é mais seguro.

Aconselha-se ma punção no caso de ter mais de 35 anos, ambos os pais terem doençãs hereditárias na familia ou já se tiverem um filho com deficiência. O exame aarreta alguns riscos: nalguns casos pode levar a um aborto.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Ontem

Fui à consulta com a minha médica para mostrar os resultados das análises e a ecografia!
Tudo normal, apesar de alguns resultados estarem um pouco elevados, vou ter que as repetir!
Outra decisão que foi tomada é a de fazer os testes bioquímicos, em alternativa à aminiocentese, ela sugeriu isso devido ao meu historial clinico, e fazer a respectiva eco das 11/12. Se houver dúvidas (esperemos que esteja tudo bem, meu bébé)avança-se para a aminiocentese.Ela mediu a tensão, está normal, e pesou-me, tenho o mesmo, ou seja 52 kg.

Já está marcada a eco das 11/12 semanas será para dia 10 nov. e também está marcada outra consulta para o médico de familia no Centro de Sáude para dia 27 out, para ter a caderneta de grávida e outras coisas que sejam necessárias fazer!

Esta semana nada de grandes alterações, algumas insónias, fome, e muitas vezes ir à casa de banho.

10ª semana

A gravidez provoca alterações hormonais e como tal nós poderemos começar a sentir-nos com alterações de humor e a pensar se vais ser boa mãe. Tudo isto é normal, relaxa, confia em ti e vive a gravidez com alegria. Os seios preparam-se para a amamentação. Em alguns casos, verifica-se a libertação de colostro pelos mamilos. A secreção do liquido amarelado é completamente vormal e não indicia qualquer doença.

De embrião a feto: todos os orgãos já estão no sítio certo (o intestino, por exemplo passou do cordão umbilical para o corpo do embrião) e entram em contacto uns com os outros. Formou-se um organismo completo que funciona, um ser vivo que , a partir de agora, é designado por feto.
Entretanto, as pálpebras desenvolveram-se tanto que já conseguem cobrir os olhos. Até à 28ª semana, o feto vai passar o tempo de olhos fechados.
O feto torna-se activo: apesar de ter os olhos fechados, ele está "acordado". J´consegue pestanejar e abrir a boca.
Por esta altura o coração do teu bebé é já muito parecido com o de um recém-nascido. Os seus dentinhos estão a formar-se nas gengivas. Tem já as impressões digitais que o identificarão toda a vida. Até ao fim da semana todos os órgãos e sistemas do teu bebé estarão formados e a partir de agora só precisam de se desenvolver e crescer.
Comprimento - 3.1 cm
Peso - 4 gramas


Fibras para um boa digestão

Quando as hormonas se alteram, prejudicam muitas vezes a digestão. O funcionamento dos intestinos diminui e o efeito calmante da progesterona manifesta-se nomeadamente através da prisão de ventre. Mais tarde nos últimos meses de gravidez, o intestino já não tem espaço suficiente para a sua actividade habitual. Mas existe um método natural de despertar o seu funcionamento: as fibras alimentares. Assim, deve beber pelo menos 1,5 l de líquidos por dia, de preferência água mineral, sumos de frutas e chá de ervas ou de frutos sem açucar.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

O terceiro mês - 9ª semana

Começam a verificar-se os primeiros movimentos involuntários, possiveis através da ligação do cérebro ao sistema muscular, mas a mãe ainda não nota. A face toma formas e cor. É possivel distinguir os lábios, as narinas e os lobulos das orelhas, tal como a forte pigmentação dos olhos. Os olhos ainda se encontram nos lados da pequena cabeça, mas vão-se centrando cada vez mais. O embrião ficou confortável. Os braços repousam sobre a sua barriguinha e as pernas esticadas estão cruzadas. Através dos ossos que estão a formar, o embrião ganha postura e estabilidade. Os joelhos, os cotovelos, os ombros e o crânio aparecem todos formados - o embrião está menos curvado.O nosso corpo apresenta já algumas diferenças, os mamilos cresceram e os círculos à volta escureceram.Os nosso orgãos sensoriais estão particularmente sensíveis. A par das alterações do paladar e do olfacto, verifica-se também o aumento da sensibilidade auditiva e do tacto. O teu bebé também tem diferenças, por esta altura já consegues ver as suas orelhitas e os dedos dos pés estão a começar a tornar-se visíveis. Ele mede por esta altura 2.6cm e pesa cerca de 2 gramas.

Apesar do teu bebé se mexer muito, tu ainda não o sentes...

Enquanto...

Passam estes dias para a minha primeira consulta depois de ver o meu bébé,marcada pra dia 20, já fiz as análises ao sangue e urina. Estava em jejum, para tirar sangue e beber um liquido docissimo e esperar uma hora para de nove tirarem-me sangue.Bem até que enfim, pois tive logo que comer algo, pois quase já não via ninguém à minha frente. O que interessa é que já passou e agora vamos par a próxima fase, mostrar as análises e respectiva eco à minha médica.
Entretante este dias vou passando um pouco melhor, às vezes com um pouco de azia e por vezes sinto-me enfardada. Tenho tido, também, insónias, fome e muita sede.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Como cresce o meu bebé - 8ª semana:

Assim se desenvolve o bébé: O Embrião: nesta fase ele mede entre 5 e 16mm com um peso de mais ou menos 0,8g.Os ossos e cartilgens expandem-se; os pequenos dedos das mãos ainda logados tornam-se visiveis e, um pouco mais tarde, os dedos dos pés.Já lá estão todos os orgãso internos. Contudo, necessitam de um pouco mais de tempo para se desenvolverem. Produz-se a primeira urina - é a reacção dos pequenos rins à alimentação que passa através do fluxo sanguineo da mãe para o embrião. Sempre em equilibrio: o embrião sabe, a partir de agora, como se dobrar e deitar, sendo o interior do ouvido responsável por este facto. Começam a crescer as pálpebras mas ainda não o suficiente para fechar os olhos.
Gestante: o útero começa a aumentar e as náuseas também. Por isso, quando sentir que as ânsias vão começar, procure distrair seu pensamento dos alimentos que lhe causam essas sensações. Geralmente elas ocorrem pela manhã, no desjejum, então, procure comer uma bolacha de água e sal antes de se levantar da cama

O cerebelo começa a formar-se esta semana. É a parte do cérebro responsável pelo movimento dos músculos. As mãos, os pés, os cotovelos e pulsos estão a formar-se. Os olhos desenvolvem-se mais – aparece agora pigmentação na retina. Os dentes estão-se a formar dentro das gengivas. O coração começa a formar as quatros cavidades.


Cuidados extra para um busto bonito

No ínicio sente-se o peito apenas mais cheio. Mais tarde, está realmente maior e mais pesado. Então a pele estica, podendo provocar sensações de estiramento e o aparecimento de pequenas estrias. Para reforçar e manter em forma durante semanas as zonas sensíveis, recorre-se a massagens e cremes óleos.
Comecr o seu programa de cuidados no banho. Com um pouco de água fria, descreva círculos à volta de cada seio durante 20 segundos. Depois, seque os seios e os mamilos e massaje-os suavemente com um óleo rico em vitaminas E (por exemplo óleo de gérmen de trigo). Envolva o seio com as duas mãos e massaje em direcção ao mamilo. Isto promove a circulação e fortalece o tecido conjuntivo. Retire o óleo com um esponja e aplique um leite corporal; caso contrário fica demasiado sensível para amamentar.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Eis a ecografia...

Tenho andado estes dias um pouco ansiosa antes da eco. Durante este tempo tenho andado também um pouco enjoada, com vómitos. Bem ontem foi o dia! Estava eu há hora marcada para que me chamassem. Foi um médico desta vez! Deitei-me ele pôs-me aquele gel na barriga e foi quando eu vi aquele coraçãozinho a bater! Que fixe e que alivio, estava confirmado, fiquei hiper contente, todo eu era sorrir! Isto é o que eu mais queria! O médico fez as medidas necessárias e pôs os batimentos cardiacos para eu ouvir! Bem que emoção! Foi lindo! É uma sensação incrivel! Tudo normal.
Sai da sala e fui chamar o meu marido para lhe contar a novidade. Acho que ele estava mais nervoso que eu! Ele ficou cá fora! Quando lhe contei que vi o coração a bater e que tudo estava bem, foi lindo, estamos muito felizes!

Eis as medidas:
Dimensão: 38 mm
Comp. craneo-caudal: 13 mm
Actividade cardiaca: presente
Vesicula vitelina 7 mm

Comentários: Gravidez evolutiva "in utero" de embrião único com biometria compativel com gestação de 7 semanas e seis dias.
FCembrionária = 150bpm

Eis o meu bébé:



Ainda não contámos a ninguém! Quero aguardar mais algum tempo para ser oficial e dizer a toda a gente que estou GRÁVIDA!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Os primeiros passos


Já consegui ter a consulta com a minha médica, para ela me passar as primeiras análises e fazer a 1º ecografia. Ficou marcada para dia 6 de Outubro, entretanto terei que fazer as análises para as levar à consulta, que também está marcada para dia 20 do mesmo mês.

domingo, 21 de setembro de 2008

Já tenho a resultado!

Já fiz hoje o teste logo de manhã!
Já tinha algumas suspeitas!

Meu Deus, concretizou-se, deu positivo!

Estou muito contente!
Tenho que ser cautelosa, quero que seja desta!
Amanhã vou fazer o teste sanguineo, que a minha médica passou e marcar consulta com ela!

Um grande atraso!


Já faz quinze dias que estou "atrasada". Já tenho alguns sintomas e estou desconfiada duma coisa, mas com o teste de gravidez terei a certeza!

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Hoje é dia de festa!


Faz um mês que a minha amiga teve o seu bébé! Nasceu a 16 de Agosto às 8.35 da manhã, chama-se Afonso, que nome bonito!
Parabéns amiga, tudo te corra pelo melhor e vou lendo as novidades no teu blog!

IVF Fashion


Segundo o blog da APF, foi publicada este "baseball jersey" da colecção Outono/Inverno da linha exclusiva “IVF Fashion.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Eis as fotos...







Madonna em Lisboa: 75 mil pessoas assistiram ao concerto no Parque da Bela Vista

O Concerto foi muito bom,estava repleto de gente. Cheguei ao Parque da Bela Vista eram quase 17h,já estava um imenso mar de gente nas filas. As portas só abriram eram 17h30, mas para eu lá chegar iria passar quase uma hora. A partir da abertura das portas as coisas já fluiam um pouco, a passo de caracol. Passado então quase um hora lá consigo eu entrar. Primeiro apreceu uma cantora sueca chamada Robyn, actuou durante 30 minutes, depois apereceu Madonna.
Aqui ficam alguns videos desse memorável epectaculo:

Vogue:
Lisboa 14/09/2008


Get stupid & 4 minutes


A rainha da pop faz a sua entrada em palco sentada num trono e ao som de «Candy Shop», tema que dá nome ao seu mais recente álbum, editado em Abril deste ano. Os bailarinos acompanham-na na coreografia, que tem como adereço nada menos que um Rolls Royce descapotável e muito lustrado. O luxo, o beat e a dança apresentam-nos uma Madonna vestida de negro e transparências, e com os biceps esculpidos.

O alinhamento desta digressão Stick & Sweet, começava assim a ser cumprido a régua e esquadro. Seguiu-se «Beat Goes On», featuring o rapper Pharrel, que a acompanhou em vídeo gravado através das imagens que passavam nos ecrãs gigantes montados no palco, estilo videoclip
Em algumas dessas imagens, quando interpretava «Human Nature», pudemos ver Britney Spears numa sala fechada, como se fosse uma cela, a agonizar, imagens essas que coincidem com o final da música e com uma lapidar frase final de Madonna: «Im not your bitch!». Fica o recado dado.

«Vogue» foi a música que se ouviu a seguir
O espectáculo continua mais ou menos non-stop. Em «Die Another Day» não vemos a cantora em palco, mas sim nas imagens multimédia que passam nos ecrãs, e que a mostram a lutar contra ela própria num ringue de boxe. Em cima do estrado, apenas a performance de dois bailarinos num ringue que não nos deu um vencedor. Madonna foi mudar de roupa.

Dividido em quatro partes, o espectáculo da digressão Sticky & Sweet completava aqui a parte «Pimp». A seguir, viriam ainda as restantes: «Old School», «Gypsy» e «Rave».

Vestida de cor-de-rosa, num mini-fato-de-treino (que só pode ser assinado por Stella McCartney), Madonna salta à corda como uma criança e canta «Intro The Groove». Segue-se «Heartbeat» e pega na guitarra eléctrica para cantar «Borderline», numa versão muito metaleira, mas que o público reconheceu e acompanhou com palmas.
Interpreta a seguir «Shes Not Me» rodeada por muitas «clones» que recriam a cantora nas suas diferentes fases do passado. A todas ela rejeita, empurrando, tapando ou despindo-as - acabando por se atirar ao chão, como se, num tom de ironia, tivesse sido vencida por tudo o que já foi. Depois, vai gatinhando até ao fundo do palco e «ressuscita» com «Music».

Começa a parte cigana (ou «Gypsy») e Madonna pergunta se hablamos espanol.
Rodeada de amigos que tocam violinho ao estilo Gogol Bordello, e no meio de uma explosão de dança e cor, Madonna canta «Spanish Lesson», «Miles Away» e um dos temas melhor correspondidos pelo público - «La Isla Bonita». E não é difícil perceber por quê?
A rainha da pop fecha o terceiro acto com «You Must Love Me», muito ao estilo Evita Péron, e prepara-se para a festa «Rave» final. Deixa de estar centrada em si para interpretar «Get Stupid» e mostrar-nos um videoclip com imagens dos conflitos e principais tensões no mundo, como a repressão aos tibetanos ou a fome, intercalando com imagens de políticos - especial atenção para a foto do democrata Barack Obama.
No alinhamento do concerto surge-nos agora o hit deste último álbum, «4 Minutes», seguido por outros mais antigos: «Like A Prayer» e «Ray of Light».
Madonna levanta os braços e incita às palmas. Foi perguntando o que queriam ouvir, trauteando alguns acordes de «Express Youself».
o espectáculo fechou com «Hung Up» e «Give It 2 Me», em versões de apocalíptico rock e sem dúvida uma experiência diferente para a voz de Madonna - diferente, mas muito interessante.
Repleto de efeitos multimédia do princípio ao fim, lia-se agora «game over» na imagem que permaneceu em palco.

Miles away:Lisboa 2008

domingo, 14 de setembro de 2008

É hoje o grande dia...




do concerto do ano. Depois contarei como foi!

sábado, 13 de setembro de 2008

O maior espectáculo do Mundo






A mais recente digressão de Madonna, ‘Sticky & Sweet’, chega amanhã a Portugal com o rótulo de maior produção de sempre de um artista a solo em território nacional. Mas porque falamos de Madonna os créditos não ficam por aqui. O espectáculo deu que falar logo na sua estreia, no passado dia 23 de Agosto, em Cardiff, e provocou a ira de republicanos e judeus por causa de um vídeo exibido no tema ‘Get Stupid’, que passa imagens sobre aquecimento global, destruição, Adolf Hitler, Robert Mugabe e John McCain.


O partido republicano norte-americano decidiu não esperar pela chegada da digressão aos EUA e emitiu logo um comunicado acusando a cantora de estar a fazer campanha por Barack Obama. “As comparações são ultrajantes, inaceitáveis e cruéis . Está claramente visível que quando se trata de apoiar Obama, os seus amigos celebridades não têm limites”, lia-se. Da mesma forma, também o partido judeu manifestou o seu repúdio. “Considero que a tentativa de comparar John McCain a Hitler constitui um insulto para todos os americanos”, escreveu um dos seus representantes.
Polémicas à parte, a verdade é que ‘Sticky & Sweet Tour’ vai permitir amanhã a cerca de 75 mil pessoas ver uma das maiores artistas de sempre na melhor da sua forma, apesar dos seus 50 anos. “As suas nádegas estão tão firmes que parecem capazes de esmagar uma noz, as suas pernas são musculadas como as dos cavalos e os seus braços fazem inveja a qualquer ginasta”, escreveu um jornal britânico, que considerou esta “a primeira digressão que Madonna faz para gozo próprio”.

OS NÚMEROS

Como qualquer diva que se preze, Madonna traz para Lisboa o seu fiel séquito de colaboradores. A equipa da rainha da pop é constituída por 250 pessoas, que ficam instaladas em diversos hotéis da capital, para satisfazerem a cantora em funções tão diferentes como a cozinha, a quiroprática e massagens.
Depois da cabala, Madonna aderiu recentemente à quiroprática, uma ciência que se define como a arte de curar e prevenir a doença através da biomecânica da coluna vertebral e a sua articulação com outros sistemas: neurológico, vascular, muscular, o esqueleto e a nutrição. E claro que Madonna não dispensa fazer-se acompanhar de um ‘mestre’ nesta prática, para o que der e vier. Mas nos bastidores da ‘Sticky & Sweet Tour’ há qualquer coisa como 16 ‘chefes’ só para o catering, um treinador pessoal, um massagista, 36 responsáveis pelas 3500 peças do guarda-roupa (cinco deles ajudam Madonna a mudar de indumentária, tarefa que ocupa, no máximo, um minuto e meio), 28 técnicos de palco e até três ciganos romenos para um quadro acústico. Neste longo ‘staff’ encontram-se representadas 20 nacionalidades.

ENSAIOS

Entre músicos e bailarinos, em palco chegam a estar meia centena de pessoas que ensaiaram 653 longas horas para que o espectáculo de Madonna faça jus ao rótulo do ‘ maior do Mundo’.

'PATROA' EXIGENTE

Os castings para a selecção do corpo de bailarinos de Madonna foram anunciados em jornais de todo o Mundo, no final do ano passado. As provas decorreram em Los Angeles, em Dezembro, com a participação de quase um milhar de artistas. A par dos músicos, é com eles que Madonna é mais exigente: não há lugar para falhas e qualquer erro no momento da actuação pode valer o passaporte de regresso a casa.

TRAZ OS FILHOS
Artista extravagante, polémica e rebelde, Madonna não deixa, no entanto, de ser uma mãe como qualquer outra, sempre desejosa da companhia dos seus filhos. Por isso mesmo, e apesar de ter várias amas a trabalhar para si, a cantora decidiu não deixar os filhos em casa e trazê-los para Portugal. Segundo a Vidas apurou, Madonna exigiu mesmo à produção um camarim junto ao recinto do espectáculo para que Lourdes, Rocco e David possam ficar confortavelmente instalados durante todo o concerto.
A decoração do espaço estará, no entanto, toda ela a cargo da própria rainha da pop, que desde logo avisou os responsáveis portugueses que era ela quem traria todos os apetrechos, provavelmente para evitar excessos por parte da produção. É que, apesar de passar grande parte do seu tempo fora de casa, Madonna já fez saber publicamente que é uma mãe muito atenta à educação dos seus filhos e pouco permissiva com excessos. Em Abril, a cantora afirmou mesmo a uma revista alemã que não deixa, por exemplo, que os seus filhos vejam televisão ou comam doces. “As crianças precisam de limites, porque senão ficam loucas” disse.
Mesmo sabendo que é um alvo ainda mais apetecível quando anda com os filhos, Madonna já afirmou que não deixará de passear com Lourdes, Rocco ou David por causa dos paparazzi. “Nunca deixarei de fazer a minha vida com os meus filhos só por causa dos repórteres fotográficos”, afirmou em tempos.

Fonte:Correio da Manhã

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Dia de tirar sangue

Hoje fomos ao Hospital Santa Maria tirar sangue para analisar os cariótipos, analisar os nossos cromossomas. Isto de ser Hospital Público implica que os resultados só saiam daqui a três meses!

SÓ depois terei uma consulta onde, aí sim, me dirão as directrizes sobre o que irer fazer!

Até lá vamos "praticando", e depois logo se verá!
O que é preciso é ter calma, esperança e muita fé!

sábado, 6 de setembro de 2008

Um Olhar.... sobre a Infertilidade

O presente artigo constitui-se como uma visão sobre a infertilidade, evidenciando as etapas e dificuldades vividas pelo casal.
Falar um pouco sobre a infertilidade implica compreender a natureza deste fenómeno. Uma primeira distinção a realizar é a diferença entre esterilidade e infertilidade. Ser estéril significa que não existe possíbilidade de engravidar devido à ausência da produção de células reprodutoras. Por outro lado, a infertilidade não requer a ausência completa da capacidade de produção de células reprodutoras, ou seja existe a possibilidade de engravidar. Após esta distinção é necessário perceber quando é que se pode falar de infertilidade. Dois meses, três meses, seis ....
De facto só podemos falar de infertilidade se ao fim de 12 meses sem utilização de qualquer método cantraceptivo não se consegue uma gravidez.
Confirmado este diagnóstico segue-se uma nova etapa, a procura de causas. A "procura do culpado?". Inicia-se assim uma longa caminhada de análises, testes, de modo a chegar a um diagnóstico final.
Os casais passam a viver na busca de um filho o que acarreta ansiedade, frustação, podendo até culminar no desespero e até mesmo, eventualmente num estado depressivo. A harmonia e a estabilidade da relação podem sofrer abalos dado que face à novidade, ao místério da situação se culpem e responsabilizem um ao outro, na tentativa de aliviar a culpabilidade e encontrar desesperadamente causa para toda esta situação. Nesta etapa, a pressão por ter um filho pode levar não só a abalos na relação do casal como impeli-los para tratamentos inapropriados, tentativas falhadas que culminam no endividamento e no esgotar das consecutivas e alternativas terapêuticas.
Os tratamentos por si só geram expectativas e frustrações e os casais devem receber orientação adequada. Um aspecto importante é que mais que o filho querido deve haver amor entre o casal. Quando esta dimensão não tem o relevo suficiente podem ocorrer rupturas no seio da família; tudo que não se pretende que ocorra.
O erro em todo este processo é que o desejo de ter um filho passe a comandar a vida do casal, o que em conjunto com o stress e as tentativas falhadas podem levar à diminuição do desejo sexual e consequente a oportunidade mágica de ter um filho. Gera-se um ciclo vicioso em que agora o acto sexual passa de a satisfação de uma necessidade de amor, para ser prejudicado pela obrigatoriedade de ter que ser feito para engravidar. A sua frequência, por outro lado, pode ser condicionada pelo período mais fértil do casal, o que contraria a fisiologia da satisfação com uma relação sexual.
A magia perde-se...
Por tudo isto, a infertilidade origina uma sobrecarga psicológica muito elevada para o casal e existem condições em que pode mesmo gerar a ruptura da relação do casal. A sociedade, a família e os amigos por vezes também não ajudam... dado que muitas vezes a infertilidade é vista como uma falha na tarefa de ser mulher e deste modo ser excluída da sociedade.

O poder das palavras

 O presente artigo pretende ser uma reflexão, acerca da importância da linguagem que utilizamos no nosso dia a dia, sua pertinência, sentido e importância.
Nos nossos dias face à mais variedade de situações, usamos uma série de vocábulos de índole perjurativa, tias como: problema, dificuldade....e tantos outros...
Na infertilidade ocorre o mesmo...
A sociedade, bem como os diversos especialistas referem-se a este fenómeno como um PROBLEMA... no entanto a infertilidade não é de forma alguma um problema, nem uma doença...é uma situação, um acontecimento de vida...
O primeiro passo para a evolução no sentido favorável é perceber que a infertilidade não é de forma alguma um problema nem mesmo um handicap de nenhum dos membros do casal.
Claro que não se trata de uma situação aparentemente fácil de lidar, não é pacífico aceitar de que não se trata de um problema, dado que modifica a vida de um casal, bem como, nalguns dos casos, de toda a família.
A esta altura perguntam-se como é que não é um problema, uma doença, se toda a vida muda?
Parem e pensem...


Ao consultarem um dicionário constatam que a definição de problema não traduz a situação que vivênciam...
Com a evolução dos tempos e da ciência, hoje a Infertilidade não é de forma alguma um problema, trará dificuldades, mudanças, com certeza, mas terá sempre em vista um final feliz.
Acreditem!
A infertilidade é apenas um acontecimento de vida com contornos rebuscados mas não é de forma alguma um PROBLEMA ou DOENÇA.
 
Dra. Vera Abrantes (Psicóloga Clínica, FPCE-UL)

Carla Paiva (Animadora Sociocultural, IPG; Finalista do Curso de Psicologia ISPA)

Voz emprestada: Maternidade tardia


Publicado em Infertilidade por APFertilidade em 31 Agosto 2008

No começo eu pensava estar acima de qualquer coisa. Você se apresenta, o médico lhe mostra uma gama de opções de alta tecnologia e essa é uma coisa poderosa _a promessa de um filho. Mas antes que perceba você já fracassou pelo terceiro ano consecutivo e está começando a se sentir usada e abusada, sem mencionar que você está quebrada. Você se senta nas clínicas de reprodução cujas paredes estão cobertas de figuras de bebês, mas a despeito do fato de que está tentando tão duramente quanto sabe, não consegue nenhum daqueles bebês.

Não estou mais segura de que essa tecnologia seja remotamente um fato de poder. Você pega uma mulher da minha geração, alguém que é certamente realizada, mas que está em seus 40 anos e não tem um filho. Essa tenologia se torna uma maneira de dizer a ela que qualquer coisa que realizou não é o bastante. E então, quando ela fracassa em conseguir ficar grávida_e a maioria fracassa_ isso apaga seu senso de competência profissional e sua confiança como mulher. Sei que esses procedimentos deixaram-me mais deprimida que qualquer outra coisa em minha vida”.

O relato acima é de Wendy Wasserstein, uma das mais premiadas autoras de peças da Brodway, que durante dez anos lutou para conseguir gerar um bebê. Consegui tê-lo aos 48 anos, com óvulos doados. A menina Lucy nasceu prematura, aos seis meses de gestação.

O depoimento faz parte de um livro bem interessante que estou lendo chamado “Maternidade Tardia”. Na obra, a autora Sylvia Hewlett constata que quanto mais bem-sucedida profissionalmente é a mulher, mais dificuldades ela encontrará para achar um parceiro ou ter um bebê. E o mais triste: essa situação não foi uma escolha delas. Simplesmente o tempo passou e e elas estavam ocupadas demais para perceber isso.

(Versão completa: http://claudiacollucci.blog.uol.com.br/ )

Ontem foi dia de consulta...

No Hospital Santa Maria! Desta vez foi o chefe de serviço de ginecologia que me atendeu! Foi muito simpatico comigo!Depois de ler a minha ficha, disse-me tudo o que foi feito na cirurgia! Marcou-me mais análises ai sangue, desta vez é para ver os cariotipos! Depois dos resultados destes terem saído, terei que ter nova consulta, para fazer um plano a curto prazo!

Até lá!

Nuvem da Infertilidade


Aqui fica a “Nuvem da infertilidade”, construída pela comunidade APF. A todos os que participaram, os nossos agradecimentos. O tamanho das palavras está relacionado com a frequência com que apareceram na nossa lista. Como podem constatar, nem tudo é negro na “Nuvem da Infertilidade”; também há clareiras e palavras com força positiva.

Desafio: Fica ainda o convite a todos os nossos amigos, para que copiem esta imagem, com link para o Blog APFertilidade. Vamos pôr a nossa nuvem a circular pelo ciberespaço, ilustrando os sentidos e as emoções da infertilidade.

PS: Deixem dp. comentário aqui, para fazermos uma visita ao blog da associação!