quarta-feira, 28 de maio de 2008

Madonna vem a Portugal, que fixe!


Madonna em Portugal em Setembro
Concerto é no dia 14 de Setembro. Bilhetes são postos à venda este sábado e serão vendidos no IOL pela Plateia
2008/05/28 | 10:07
SM


Madonna vem a Portugal em Setembro para um concerto no Parque da Bela Vista, adianta a produtora Everything is New. O espectáculo terá lugar no dia 14 de Setembro e no próximo sábado, dia 31 de Maio, às 10 horas da manhã, serão postos à venda 75 mil bilhetes, a 60 euros.

Os membros do clube de fãs de Madonna, Icon, terão acesso a um período especial de aquisição antecipada, dias 29 e 30 de Maio, através do site oficial www.madonna.com.

A digressão, onde Madonna volta a juntar forças criativas com o director Jamie King, promete ultrapassar a previamente esgotada, «Confessions Tour», em termos de produção, cenografia, tecnologia, coreografias, vozes, guarda-roupa e entretenimento constante.

A procura de bilhetes tem sido tão elevada em Paris, que foi acrescentada uma segunda data, dia 21 de Setembro. O concerto de Zurique já ultrapassou os 70 mil bilhetes vendidos, com as entradas a serem adquiridas em tempo recorde, tal como aconteceu em Vancouver, onde a actuação para 50 mil pessoas, esgotou em apenas 29 minutos.

Muitos dos espectáculos marcados encontram-se já esgotados, como é o caso de Toronto, Montreal, Boston, Chicago e três Madison Square Garden em Nova Iorque.
Fonte:IOL Música

Madonna & Justin Timberlake - 4 minutes


Madonna - Miles away


Madonna - Candy Shop


Madonna - Give it to me

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Passou mais um mês!


Mais uma vez apareceu o Mr. Red. Assim as tentativas feitas neste mês vão por água abaixo. Sendo que neste momento é a contagem decrescente para o dia 3 de Julho. Tenho andado a ver na net quantidade de blogs de mulheres que têm problemas de fertilidade. Muitas têm problemas maiores que o meu. Mulheres que andam a tentar engravidar há mais de 7 anos, tentativas falhadas, tempos de espera com grande sofrimento pessoal. É muito complicado, um grande desejo pessoal que se torna numa grande espera, o de ter um filho.

A nossa música no Festival

Ontem decorreu em Belgrado mais uma edição do Festival da Eurovisão. Como sempre os vizinhos votam uns nos outros, alías como nós fizemos. Haviam músicas giroas mas outras horriveis como a música francesa e a espanhola. Bem, mas falando de nós, a nossa música foi muito bem interpretada pelo Vânia e os seus respectivos colegas. Parabéns!

terça-feira, 20 de maio de 2008

CAMINHADA PELA INFERTILIDADE - 01 DE JUNHO

A API, promove, no próximo dia 1 de Junho, a 1ª Caminhada pela Fertilidade, na Marginal de Oeiras. Esta iniciativa decorre no âmbito da comemoração do Mês Internacional da Fertilidade e do Dia Mundial da Criança, e tem por objectivo consciencializar os cidadãos para importância dos problemas de fertilidade e estará integrada na iniciativa da Câmara Municipal de Oeiras, "Mexa-se na Marginal".
A concentração para a caminhada faz-se na Curva dos Pinheiros (junto à estação de Caxias), pelas 10:00h, e seguirá um percurso de 1,5 Km que termina no Jardim de Paço de Arcos. Todos os participantes terão direito a uma t-shirt, uma flor e uma água, materiais que serão distribuídos no local da concentração, onde a APFertilidade manterá uma pequena tenda fixa com informação isntitucional e algumas actividades lúdicas das 10H às 13H.
A participação nesta iniciativa é gratuita, mas exige uma pré-inscrição, por razões logísticas. Basta enviar uma mensagem indicando o número de pessoas para o email caminhadapelafertilidade2008@gmail.com (para obter mais informação, poderão contactar a associação). Gostávamos muito que esta iniciativa fosse um evento de "família e amigos". Todos são bem-vindos, mesmo os amigos de 4 patas, que são bons caminhantes.
Ao teu ritmo, vem caminhar por boas razões. Dia 01 de Junho contamos contigo!

Dia da Mãe(atrasado)


Este é um dia que já vem atrasado, mas com grande significado!

sábado, 17 de maio de 2008

Eis um pouco de História...

O Museu do Chiado fica na Rua Serpa Pinto, próximo da Rua do Carmo. Este Museu foi transferido para um armazém elegantemente restaurado. As pinturas e esculturas expostas nas 12 salas, cada uma com um tema diferente, ilustram o desenvolvimento do romantismo até ao modernismo. Na sua maioria as obras são portuguesas, por vezes com influências de outros países. As obras internacionais incluem desenhos de Rodin e escultura francesa de finais do século XIX. Apresenta ocasionalmente exposições temporárias de novos artistas.

O Museu Nacional de Arte Antiga fica na Rua das Janelas Verdes, perto da Avenida 24 de Julho. A colecção Nacional de Arte está guardada neste palácio do século XVII, construído para os Condes de Alvor. O Museu também é conhecido por Palácio das Janelas Verdes, pois essa é a cor das suas janelas. O Museu contém a maior colecção de pinturas de Portugal, com destaque para as obras religiosas de artistas portugueses. A maioria das peças proveio de conventos e mosteiros, depois da supressão das ordens religiosas em 1834. Possui também muitas peças de escultura, prata, porcelana e artes aplicadas, dando uma visão geral sobre a arte portuguesa desde a Idade Média até ao século XIX, completada com boas peças orientais e europeias. O tema dos Descobrimentos está sempre presente, ilustrando as ligações de Portugal ao Brasil, Índia, China e Japão.

Museu Nacional dos Coches fica na Praça Afonso de Albuquerque em Belém. Contém a melhor colecção de coches da Europa. Ocupando a ala leste do Palácio de Belém, era antigamente uma escola de equitação constuída pelo arquitecto italiano Giacomo Azzolini. Em 1905 foi foi transformada num museu por D. Amélia, esposa do rei D. Carlos. Feitos em Portugal, Itália, França, Aústria e Espanha , os coches abrangem três séculos e vão dos mais simples aos mais sofisticados

Museu de Arqueologia fica na Praça do Império. A comprida ala ocidental do Mosteiro dos Jerónimos, antigo dormitório dos monges. O museu alberga o principal centro arqueológico de Portugal e as peças provém de todo o país. Algum do espaço é dedicado a exposições temporárias e parte da colecção permanente não está em exposição.

Palácio Nacional da Ajuda - o Palácio Real destruído pelo fogo em 1795, foi substituído no principio do século XIX, por este edificio neoclássico, que ficou imcompleto quando a família real foi forçada ao exílio no Brasil em 1807. Só foi residência permanente da familia real quando D. Luís I se tornou rei em 1861 e casou com Maria Pia de Sabóia, uma princesa italiana. As luxuosas salas estão decoradas compapel de seda, porcelanas de sèvres e candelabros de cristal. Um dos exemplos do luxo real é a extraordinária Sala de Saxe, um presente do rei da Saxónia a Maria Pia. Na outra extremidade do palácio , o estúdio neogótico de D. Luís é decorado com mobilias refinadamente esculpidas.

Este fim-de-semana...








Este fim-de-semana comemora-se o Dia Internacional dos Museus. Fomos visitar uma série deles, como tenho guias turisticos de Lisboa fiz uma lista. Hoje fomos à Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves, perto da Maternidade Afredo da Costa, o Museu do Chiado, o Museu de Arte Antiga, perto da Avenida 24 de Julho. Como foi um dia muito preenchido ficaram para amanhã o Museu da Carris,o Museu dos Coches, Museu de Arqueologia, o Museu de Etnologia e o Palácio da Ajuda.Aqui ficam algumas fotografias destes mesmos museus.
Foi muito giro e interessante!
Sem dúvida uma experiência a repetir, mas dessa vez serão outros museus a visitar!

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Infertilidade pode estar associada à endometriose


Andei nas pesquisas nos blogs e encontrei muita informação de mulheres que estão na mesma situação que eu, eis o que encontrei e retirei do blog"nuncadesistir!Positivo a 7/4/08": "A endometriose é responsável por 15% das histerectomias (cirurgia de retirada do útero) e até 35% das laparoscopias (exame visual do interior da cavidade abdominal) realizadas nos Estados Unidos. No Brasil, estima-se que entre 10% e 15% da população feminina em idade reprodutiva tenham a doença, culpada por 50% dos casos de infertilidade no país.
O ginecologista e obstetra doutor Dani Ejzenberg, especialista em reprodução humana, diz que a endometriose é definida pelo implante de endométrio, camada que reveste o útero internamente".

"Os locais mais comuns em que isso pode acontecer são os ovários e os ligamentos que sustentam o útero. Existem alguns casos de endometriose profunda em que esse tecido pode invadir a bexiga e o intestino, mais comumente o reto", explica o doutor.
Segundo Ejzenberg, os sintomas mais freqüentes desta patologia são cólica menstrual --de caracterização moderada a severa--, alterações urinária e intestinal durante o ciclo da menstruação, e infertilidade.
"A endometriose altera a ovulação e pode gerar aderências nas trompas, o que dificulta a captura do óvulo pelas trompas. Ela pode aumentar a quantidade de radicais livres dentro do útero, que impede a fixação do embrião no endométrio e conseqüentemente uma gestação normal", declara o doutor.
O ginecologista conta que a teoria mais aceita a respeito da doença é a da menstruação retrógrada, onde a mulher sangra pela vagina e também pelas trompas. "Esse sangue menstrual pode carregar o endométrio e, em 10% a 15% das pacientes, pode se fixar por dentro do útero e gerar a endometriose", diz o médico.
De acordo com Dani Ejzenberg, o tratamento é feito com medicamento hormonal, que provoca um bloqueio e impede o crescimento do tecido endometrial. Já o diagnóstico definitivo da doença se dá por meio de uma videolaparoscopia, cirurgia feita com uma câmera introduzida no umbigo, onde o abdome é insuflado para a realização da biópsia e a possível retirada dos focos suspeitos.

Casais inférteis encaminhados para o sector privado


Vai deixar de ser preciso esperar dois anos para conseguir um tratamento de infertilidade no Sistema Nacional de Saúde. A ministra Ana Jorge está a criar parcerias com o sector privado.
Isto significa que até ao final de 2008, os casais inférteis que não conseguem ser tratados no serviço público vão ser encaminhados para o privado.

Em Portugal, um casal com problemas de infertilidade e que queira ter filhos espera em média dois anos para conseguir um tratamento no Sistema Nacional de Saúde.
Para resolver este problema, a ministra da Saúde vai apostar mais nos serviços públicos e também criar parecerias com o sector privado.

Os tratamentos ainda são parcialmente pagos pelos casais. Apesar do Governo ter aumentado a comparticipação, os utentes que querem recorrer a reprodução medicamente assistida têm de pagar 44% do próprio bolso.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

voltei, depois de uns dias de descanso...




Estive fora, fui espairecer um pouco e sair da confusão desta cidade. Fui lá em baixo ao Algarve. Adorei, fui recargar as baterias. Estava mesmo a precisar, pois lá tenho a maioria da minha familia, e deu para desabafar sobre a minha situação futura, a operação. O tempo é que estava um pouco esquisito. A pensar que lá estava óptimo e podiamos ir à praia, levámos roupas leves, mas o tempo deu-nos a volta, estava ventoso e chuveu. Vou lá ter uma casa só para mim, estou tão contente. Ando agora a procurar ideias para a decoração, pois essa casa vai ser decorada a meu gosto e ainda porcima é nova a estrear. Assim ando entretida e com a mente ocupada. Se calhar até vou passar o natal e o ano novo, a ver vamos.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Comemorações atrasadas...


Estive ausente estes dias e não tive oportunidade de aqui assinalar uma data muito importante na nossa História actual. Nesse ano de 1974 já era nascida mas com 2 anos não tinha consciência do que estava acontecer.Apenas tenho relatos dos meus pais que viveram essa altura de grande opressão. Viva a Liberdade para todos.