quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

O curso de preparação para o parto

Faltam doze semanas para a data prevista para o nascimento. Pode-se inscrever num curso disponível em determinados ginásios, centros clínicos ou hospitais. Pode frequentá-lo sózinha ou com o seu companheiro, para estar preparada para o futuro acontecimento. Em caso de necessidade também há aulas ao fim-de-semana.

Quais os beneficios do curso?
No curso aprenderá a estar descontraída e serena nesse momento e a confiar no seu próprio corpo. Os temas abordados podem diferir de curso para curso. Nuns pod fazer ginástica, noutros mais exercício de relaxamento. Em todos eles irá praticar algumas técnicas de respiração que poderá utilizar no parto para aguentar as dores e saber lidar com elas.

Relacionamento com outras grávidas
No curso irá conhecer futuras mamãs e pais, com quem poderá partilhar experiências, sentimentos e, sobretudo, inseguranças. Muitas vezes podem até levar conselhos de outras grávidas para casa. Não é raro surgirem aqui amizades que duram para além do curso.

24ª semana


O bébé: desenvolve-se nesta semana:
As pálpebras dele começam a mexer. Ele já consegue abrir os olhos.
Costas fortes: os ossos do bébé estabilizam cada vez mais, para que opequeno ser possa sentar-se direito na barriga da mãe.
As papilas gustativas já estão totalmente formadas e o bébé consegue sentir o sabor do líquido amniótico.

Estou quase no sexto mês de gravidez, é sem dúvida uma boa altura para começar a pensar no quarto do meu bebé. A não esquecer que os bebés gostam de cores alegres, contrastes e bonecos grandes.

Por esta altura devo aumentar entre 250gr a 500gr por semana e senti-me bem com a minha gravidez. Posso sentir alterações na minha respiração, isto deve-se ao aumento de progesterona que estimula a respiração, acelerando-a. Para respirar bem, concentra-te na expiração, expulsando todo o ar viciado dos pulmões e certifica-te que a tua postura é correcta, irás sentir-te melhor.

Os órgãos de equilíbrio existentes no ouvido interno do teu bebé estão completamente desenvolvidos e no tamanho definitivo, leva uma vida muito activa. Move-se, saboreia, cheira, vê, ouve e, pensa-se que também sonha. Tem cerca de 30 cm e pesa aproximadamente 600 gr.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

23ª semanas


Nesta semana:
a partir de agora o chamado vérnix evita que a pele extremamente delicada do bébé seque devido ao líquido amniótico e protege-a de eventuais escoriações. O feto treina assiduamente a respiração. Com isto entra líquido amniótico nos pulmões, que é novamente expelido na expiração. Em primeira anílse trata-se de um " treino muscular". Os pulmões ainda não estão suficientes estendidos para poderem absorver oxigénio do ar. Estabelece-se já no bébé um ritmo de acordar e adormecer.

E comigo:
Cabelos bonitos: uma vez que, durante a gravidez os níveis de estrogénio estõ mais elevados, cada fio de cabelo tem uma "duração de vida" mais prolongada e cai mais tarde do que é habitual. Consequência: o volume do se cabelo é maior.
Aumenta o perimetro abdominal, já que o bébé está cada vez maior e mais pesado. O seu peso - cerce de 500 g - e uma quantidade de íquido amniótico de cerca de um litro são perceptíveisno exterior.

É uma MENINA!

Fiz na segunda-feira a ecografia morfológica!
Só pedia que tudo estivesse a correr a bem!

Levei a dvd para gravar a eco! Foi o mesmo médico.
Não estava nervosa.

Correu tudo bem. Fui com o meu marido. Fomos fazendo perguntas daquilo que estavamos a ver. Eu, sempre atenta a ver o meu bébé, estava a achar tudo o máximo!

Viu-se tudo, perninhas, cabeça, boca, olhos, orgãos internos, pés, mãos. Estava na altura a pensar como aquele instrumento conseguia visualizar aquilo tudo, espantoso.

No fim o médico disse-nos que estava tudo normal para este tempo.

Aqui vai as medidas:

Avaliação biométrica:
Diâmetro biparietal: 50 mm
Perimetro cefálico: 204 mm
Comprimento fémur: 41 mm
Comprimento úmero: 35 mm
Percentil: 50
Cerebelo: 23 mm
Cisterna magna: 6 mm
Ventriculo lateral: 5 mm

Sexo fetal: feminino
Apresentação fetal: cefálico
Placenta: anterior não prévia
líquido amniótico: normal

Examo morfológico: visualizou-se: SNC, face (perfil e frente), coluna vertebral, torax, coração (4 cavidades e saída de gr vasos), diafragma, parede abdominal, estomâgo, figado, rins e bexiga, sexo, quatro membros com 3 segmentos cada, cordão umbilical (3 vasos)

Comentários: Gravidez evolutiva de feto único com biometria compatível com gestação de 22 semanas e 6 dias ecograficas no percentil 50.
Dinâmica fetal normal.
Exame morfológico normal.

Ei-la!




quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Já comprei o carrinho de passeio!







Não é o máximo!

Vai ser para passear o meu bébé

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

22ª semanas


Nesta semana a ver:
sentem-se os soluços: o bébé torna-se perceptivel através dos soluços, que duram alguns minutos. Isto serve como exercico de fortalecimento do aparelho respiratório: o pequeno corpo contrai-se, o bébé ingere um pouco de liquido amniótico e volta a expulsá-lo. A cabeça representa cerca de um terço do comprimento do bébé.
O bebé tem agora o aspecto de um recém-nascido em miniatura, com 27,5 cm e cerca de 450 gramas. A pele continuará enrugada até o bebé ganhar peso suficiente para a preencher e a penugem fina (lanugo) que cobre a cabeça e o corpo é agora visível. Os olhos já se desenvolveram, embora a íris (a parte colorida do olho) ainda não tenha a pigmentação.

O pâncreas, essencial para a produção hormonal, desenvolve-se igualmente a um ritmo constante. Os lábios tornam-se mais nítidos e começam a surgir os primeiros sinais da presença de dentes, sob a forma de rebentos abaixo da linha das gengivas. Só deverá ver o seu primeiro dente quando o bebé tiver 4 a 7 meses de idade, a menos que seja um daqueles casos raros em que nasce já com dentes.

E comigo: poderão aparecer varizes ou surgir cãibras durante o sono.

Mais uma foto - desta vez de 21 semanas

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Eis a minha barriguita de 18 semanas...


A revolta dos ácidos gástricos

Uma vez que o estomâgo está sob pressão a influência do efeito calmante da progesterona, a válvula da entrada do estomâgo está bastante relaxada. Por este motivo, alguns ácidos gástricos podem subir ao esófago: a chamada azia. Quando a criança cresce, pressiona o estomâgo, o que favorece ainda mais a saída dos ácidos. Fazer cinco pequenas refeições em vez de três grandes pode ajudar, uma vez que é menos agressivo para o estomâgo. Outros procedimentos que previnem a azia:
- evitar limentos muito temperados ou fritos;
- ingerir alimentos com alguma albumia, mas pobres em gordura;
- nunca comer demasiado de uma só vez;
- a comida nã deve estar nem muito fria nem uito quente;
- mastigar bem os alimentos;
- se sofrer de azia especialmente à noite, deite-se com o tronco maois elevado, para que os ácidos não subam tão facilmente;
- a roupa interior não deve apertar o estomâgo.

21ª semana


Assim se desenvolve o meu bébé esta semana:
Crescem as primeiras pestanas: a par dos delicados pêlos corporais, desenvolvem-se agora as primeiras pestanas. Ao contrário do qe acontece com a lanugem, estas são definitivas.
Bem protegido de influências exteriores: como os solavancos ou a pressaõ, o bébé nada a uma temperatura agradável ni liquido amniótico e recebe os nutrientes e oxigénio suficientes.
Quanto mais o bébé cresce, mais se faz notar. Uma vez que o espaço no útero se tornou mais pequeno, a mãe sente alguns movimentos do seu bébé, especialmente quando está sossegada ou prestes a dormir. Nesta fase faz falta ao bébé, nomeadamente o baloiçar dos movimentos da mãe que o acalmam e lhe dão sono.

E comigo a ver:
A azia é causada pela descontracção da válvula estomacal e pela pressão do bébé nos intestinos.(Comigo a azia é quase constante, mas depende de alguns tipos de alimentos que como, por exemplo laranjas)